Marcos da Luta Sindical

Agosto a dezembro de 2016

Entidade participa de mobilização nacional para conter prejuízos aos servidores em razão de projetos do Governo Federal que estabeleciam limite de gastos da União e definiam critérios para renegociação das dívidas dos estados. Ambos prejuízos foram suprimidos e o texto final garantiu o direito dos estados e dos servidores, graças à intensa mobilização nacional, na qual tiveram papel importante o SINDSEMPMG e os servidores do MPMG. 

05 de outubro de 2015 a 26 de janeiro de 2016

Ocorrência da maior greve de servidores dos Ministérios Públicos estaduais do Brasil e também no serviço público mineiro com 115 dias de duração. Momento histórico de grande relevância para a afirmação da categoria no cenário político institucional, sendo referência para a atuação de outras entidades de classe dos servidores dos MPs em território nacional.

05 a 26 de agosto de 2013

Primeira greve por tempo indeterminado deflagrada pelos servidores do MPMG e que teve duração de 16 dias.

18 de maio de 2012

Eleita nova diretoria para o triênio 2012/2015, sendo Eduardo de Souza MAIA escolhido para ocupar a Coordenação-Geral  

Novembro de 2010

Início da Campanha pela Democratização do MP com a realização de eleições paralelas para o cargo de Procurador-Geral de Justiça.

Desde então, a cada 2 anos é feita a votação, coincidindo com as eleições oficiais.

Novembro de 2009

Primeira paralisação na história dos servidores do Ministério Público do Estado de Minas Gerais com a participação de diversas comarcas.

2009

1.000 SINDICALIZADOS Entidade atinge o número de 1.000 filiados e conquista o direito à liberação de um dirigente para atuar exclusivamente na condução do SINDSEMPMG.

 

20 de novembro de 2007

Ministério do Trabalho e Emprego publica a “Carta Sindical” do SINDSEMPMG, reconhecendo a entidade como legítima defensora dos servidores do MPMG.

14 de julho de 2006

Empossada a primeira Diretoria do SINDSEMPMG para o triênio 2006/2009. Foi eleito Coordenador-Geral o servidor Eduardo de Castro Amorim. Era o início da caminhada em prol dos servidores e da estruturação da entidade.

18 de julho de 2005

Aprovação do Estatuto do SINDSEMPMG, contendo as normas e os procedimentos que norteiam a atuação da entidade e dos filiados.

30 de maio de 2005

Ato de fundação do SINDSEMPMG para defesa dos servidores.