Notícias / Servidores de BH, Contagem, Ribeirão das Neves e Sete Lagoas recebem visita do SINDSEMPMG

 

Coordenador-geral conversou sobre pleitos da categoria e implantação do teletrabalho

 

 

O SINDSEMPMG, através de seu coordenador-geral, Eduardo Amorim, esteve visitando as promotorias de Contagem, Ribeirão das Neves, Sete Lagoas (com a presença do delegado regional Erton Portinari) e as assessorias que farão parte do projeto piloto de teletrabalho em BH nessa terça (16) e quarta-feira (18).

 

O objetivo dos encontros é esclarecer os colegas sobre o andamento da pauta de reivindicações, além de sentir como estão a receptividade, as expectativas e as dúvidas dos servidores que irão participar do projeto piloto de home office do MPMG a partir de 1º de agosto.

 

Contagem

 

Durante as reuniões foram distribuídas as camisetas das campanhas em favor das datas-base e do teletrabalho juntamente com canetas e buttons. Os servidores se mostraram bem entusiasmados com a possibilidade da extensão do programa de teletrabalho para outras promotorias fora da capital e do interior.

 

Segundo o coordenador-geral, “São muito produtivas essas interações com os colegas do interior e da capital. Desde a fundação do sindicato sempre valorizamos esse contato pessoal visando estreitar cada vez mais o relacionamento entre o sindicato e os servidores. Tais encontros nos dão uma visão mais detalhada das realidades de cada comarca ou setor”.

 

Ribeirão das Neves

 

Sete Lagoas

 

 

Projeto piloto

Na visita as assessorias participantes do piloto de teletrabalho, o SINDSEMPMG ouviu atentamente as ponderações e temores dos servidores envolvidos. Dentre elas estão: criação de vagas rotativas no estacionamento para que os participantes possam estacionar enquanto retiram e devolvem os processos à Procuradoria-Geral de Justiça (essa é uma medida imprescindível de segurança para os servidores e os documentos), distribuição dos processos respeitando a complexidade deles e metas razoáveis para o bom funcionamento do programa, uma vez que o mesmo segue regulamentação própria e não do CNMP que estipula aumento de produção entre 20% e 30% - o do Ministério Público já começa com 30%. E nas assessorias visitadas tal percentual está em 33%.

 

Assessorias de BH com a presença de Clarissa Duarte e Junio Doroteu

 

Participaram também da reunião, a diretora-geral do MPMG, Clarissa Duarte e o assessor especial, Junio Doroteu, que receberam esses questionamentos e disseram que vão avaliar e incluir as observações na minuta do projeto.

 

Foi informado também que a PGJ irá abrir vista do regulamento do piloto do Teletrabalho para o SINDSEMPMG, que vai analisá-la considerando as sugestões e críticas que estão sendo enviadas pelos servidores com o escopo de aperfeiçoar o home office no MPMG, que é uma bandeira do sindicato.

 

Outras cidades também devem receber a visita do sindicato nas próximas semanas. O cronograma ainda precisa ser criado para atender a uma logística cabível.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do SINDSEMPMG


Publicado em 18/07/2019 às 13:24

Comentários (0)

Realize o login para fazer novos comentários

Seja o(a) primeiro(a) a comentar